O melhor Site de Notícias de Indaial

Polícia de Indaial atende a suposto furto de energia elétrica.

No ano passado, uma mulher foi presa por cometer este mesmo crime.

A Guarnição foi acionada de Indaial foi acionada para e prestar apoio a uma equipe da Celesc em um suposto furto de energia. Chegando ao local a equipe da Celesc já havia identificado a irregularidade no padrão de entrada de energia elétrica, onde o autor cujo não se encontrava no local havia realizado uma ligação clandestina para furtar a energia que seria cadastrada em seu padrão, direcionando a sua residência sem custos.
 
O morador havia se evadido do local com a chegada da equipe da Celesc, não sendo mais visto. A Guarnição lavrou o presente boletim de ocorrência.
 
Esclarecimentos sobre furto de energia
1. O que é furto ou fraude de energia?
Furto de energia é puxar energia diretamente da rede elétrica da CEDRAP, sem o conhecimento e a
autorização da Cooperativa. São os conhecidos “gatos”. Fraude é quando o consumidor rompe os
lacres da sua medição e manipula o consumo do seu relógio de energia com o objetivo de reduzi-lo
ou não.
2. O que pode acontecer com quem comete estes crimes?
Ambos são crimes previstos no Código Penal: a fraude no artigo 171 (estelionato) e o furto no artigo
155. A pena para esses crimes é de um a quatro anos de reclusão. Também são cobrados os valores
retroativos referente ao período fraudado acrescidos de multa. Quando a fraude ou o furto são
descobertos, o responsável pode ter o seu fornecimento de energia suspenso.
3. O consumidor pode ser responsabilizado por estes crimes?
Mesmo que não tenha sido o fraudador do relógio de energia, o consumidor pode ser
responsabilizado. Perante a lei, cada um (titular da conta de luz) deve cuidar do seu relógio, não
permitindo que ele seja adulterado por qualquer outra pessoa.
4. Como proceder em caso de falha ou defeito no medidor de energia (relógio)?
Nesse caso, é importante entrar em contato com a CEDRAP. Somente funcionários da CEDRAP têm
autorização para realizar reparos no relógio de energia elétrica. Eles jamais recebem pagamento ou
bonificação de consumidores, porque todos os nossos serviços são cobrados na conta de luz. Não
permita que pessoas sem a identificação da CEDRAP tenham acesso ao seu relógio.
5. Quais as providências da CEDRAP para combater as fraudes?
A CEDRAP possui técnicos experientes, que monitoram as suspeitas de fraude com equipamentos
de alta tecnologia em rastreamento. Periodicamente os profissionais da Cooperativa promovem
inspeções nos relógios de energia e demais instalações elétricas, objetivando verificar se o seu
correto funcionamento e também se existem irregularidades. Importante lembrar que quem frauda
energia pode pagar caro por isso e gera prejuízos a todos demais usuários e também os colocando
em risco.
6. Quem perde com os procedimentos fraudulentos e furtos de energia?
Todo mundo perde. Parte do valor da energia furtada é dividida entre todos os outros consumidores,
mesmo aqueles que são honestos e pagam suas contas em dia. Quando alguém furta energia da
CEDRAP, na verdade, está prejudicando toda vizinhança. Não deixe que isso aconteça com você:
DENUNCIE.
7. Como o usuário ou consumidor pode colaborar para reduzir estas irregularidades?
Permita que apenas funcionários com identificação da CEDRAP tenham acesso ao seu relógio de
energia elétrica. E, se perceber ou desconfiar de alguma fraude entre em contato com a CEDRAP
informando o endereço da suspeita para localização; em seguida a Cooperativa fará uma verificação
detalhada.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.