Médico que estava desaparecido é encontrado morto em Timbó; polícia prende suspeitos

Segundo a polícia, a morte ocorreu em um assalto planejado para tirar dinheiro, pertences e informações bancárias da vítima.

O corpo do médico Cleonildo Oliveira, de 54 anos, foi encontrado na madrugada deste sábado (23), na região do Morro Azul, em Timbó, no Vale do Itajaí. Ele estava desaparecido desde o último dia 16. Segundo a polícia, a morte ocorreu em um assalto planejado para tirar dinheiro, pertences e informações bancárias da vítima. Dois suspeitos foram presos.

Segundo o delegado regional de Blumenau, Rodrigo Marchetti, cinco pessoas, uma mulher e quatro homens, estão envolvidas no crime. Duas pessoas já foram presas e estão na delegacia da cidade. Outras três já foram identificadas.

O delegado Raphael de Oliveira, responsável pelas investigações, confirmou a informação sobre a localização do corpo e preferiu não repassar detalhes sobre o caso por estar em processo de realização de diligências.

Na terça-feira (19) passada um filho dele registrou boletim de ocorrência. A Polícia Militar encontrou no domingo (17) o carro da vítima, uma Land Rover, abandonado perto de um complexo esportivo da cidade. Os trabalhos de buscasenvolveram profissionais em terra, com embarcação no Rio Benedito Novo e com uso de um cão farejador.

A polícia não informou detalhes de onde o corpo foi deixado. De acordo com os policiais, em razão do estado de decomposição, não foi possível identificar sinais que indicassem a causa da morte, o que só será possível com a perícia.

corpo do médico Cleonildo Oliveira, de 54 anos, foi encontrado na madrugada deste sábado (23)

O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) e até esta publicação passava por exames de necropsia.

O médico trabalhava no Hospital Oase de Timbó. Ainda não há informações sobre o velório e o enterro.

Fonte: G1 SC.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.