Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe termina nesta semana

A Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe segue até 1º de junho, contudo, em Indaial, as unidades de saúde estarão abertas até essa quarta, 30 de maio. Na quinta, 31, feriado de Corpus Christi, e na sexta, 1º, ponto facultativo, não haverá atendimento nas unidades.

A vacina é ofertada para os seguintes grupos prioritários: pessoas de 60 anos ou mais; portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais; crianças de seis meses a menores de cinco anos; gestantes; puérperas (até 45 dias após o parto); trabalhadores da saúde; professores das escolas públicas e privadas; povos indígenas; população privada de liberdade; jovens de 12 a 21 anos cumprindo medidas socioeducativas e funcionários do sistema prisional.

A vacinação ocorre conforme o horário de funcionamento de cada sala de vacina, localizada junto às unidades de saúde. É necessário apresentar carteirinha de vacina, cartão SUS e documento. As salas de vacina do município são:

– US Heinz Schutz – Centro

– ESF Remo Wendorf – Ribeirão das Pedras

– ESF Arthur Keunecke – Estrada das Areias

– ESF Gunther Ricardo Ebert – Warnow

– ESF Renato Ferreira de Mello – João Paulo II

– ESF Nilo de Freitas – Rio Morto

– ESF Bertolina May Kechele – Benedito

– ESF Caetano da Silva Porto – Carijós

– ESF Albert Sabin – Encano do Norte

– ESF Irineu Kienen – Encano Baixo

– ESF Márcia Maria Andreatta – Estados (Cohab)

Categorias de risco clínico com indicação da vacina:

Doença respiratória crônica: Asma em uso de corticóide inalatório ou sistêmico (Moderada ou Grave); DPOC; Bronquiectasia; Fibrose Cística; Doenças Intersticiais do pulmão; Displasia broncopulmonar; Hipertensão arterial Pulmonar; Crianças com doença pulmonar crônica da prematuridade.

Doença cardíaca crônica: Doença cardíaca congênita; Hipertensão arterial sistêmica com comorbidade; Doença cardíaca isquêmica; Insuficiência cardíaca.

Doença renal crônica: Doença renal nos estágios 3, 4 e 5; Síndrome nefrótica; Paciente em diálise.

Doença hepática crônica: Atresia biliar; Hepatites crônicas; Cirrose.

Doença neurológica crônica: Condições em que a função respiratória pode estar comprometida pela doença neurológica; Considerar as necessidades clínicas individuais dos pacientes incluindo: AVC, Indivíduos com paralisia cerebral, esclerose múltipla, e condições similares; Doenças hereditárias e degenerativas do sistema nervoso ou muscular; Deficiência neurológica grave.

Diabetes: Diabetes Mellitus tipo I e tipo II em uso de medicamentos.

Imunossupressão: Imunodeficiência congênita ou adquirida; Imunossupressão por doenças ou medicamentos.

Obesos: Obesidade grau III.

Transplantados: Órgãos sólidos; Medula óssea.

Portadores de trissomias: Síndrome de Down, Síndrome de Klinefelter, Sídrome de Wakany, dentre outras trissomias.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.